Sobre

#sobre5

Por um bom tempo, compor canções era algo que vinha acompanhado de uma dúvida recorrente: qual é a relevância disso?

Foi por não encontrar uma resposta convincente pra essa pergunta que abandonei a música por 5 anos.

Essa foi também uma época em que rejeitei por completo qualquer ideia de transcendência – tanto na arte quanto na vida.

Até que, por diferentes motivos, me vi de novo encorajado – ou talvez até forçado – a buscar um propósito maior.

Foi então que comecei a me familiarizar com diferentes autores, e voltei a escutar músicos que sempre amei – gente como Gene Clark, Luis Eduardo Aute e Leonard Cohen.

E, paralelamente a isso, voltei a compor.

Quando dei por mim, uma coisa se uniu à outra, e cada vez mais fui me dando conta do poder da música como um caminho de autoconsciência.

É nesse momento que ela deixa de ser uma mera sequência de sons agradáveis e se torna o que chamo de música intrapessoal.

Em linhas gerais, esse é o meu porquê. Pra entender melhor o como e o quê, visite a seção de house concerts, e ouça a minha playlist impermanente.

Sem distinguir entre o querer e o dever,

Henri Galvão

4 comentários sobre “Sobre

  1. I like your music. I’m happy you returned to music because it does give you a purpose, and beautiful sound for people to enjoy. I see from your video you are left handed.

    1. thank you for your compliments man, and it’s also pretty cool that you understood what I wrote!

      by the way, I’m actually right handed hahah! I play as a left handed because somehow my left arm doesn’t articulate properly (no big deal though)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s