Arquivo da categoria: novidades

Henrí Galvão

19 de março de 2019

Tem sempre quem torce o nariz ao ver The Edge, do U2, em qualquer lista de melhores guitarristas de todos os tempos.

Pra muita gente, guitarrista bom é aquele que toca muitas notas – e, de preferência, muito rápido.

Mas quem realmente gosta de música – e não só de ver ou tocar um instrumento – percebe que tem muita beleza também numa abordagem mais “econômica”.

E, como todo tipo 5 no Eneagrama, The Edge entende isso melhor do que muitos:

View story at Medium.com

[ATUALIZAÇÃO:] Mais uma vez, minha gratidão ao pessoal do site Ultraviolet por ter publicado a tradução desse texto para o português.

Anúncios

Henrí Galvão

12 de março de 2019

Raul Seixas foi um dos primeiros artistas brasileiros de quem eu gostei de verdade.

Talvez por ele ter conseguido traduzir, melhor do que ninguém, todo o espírito de irreverência do rock.

E me arrisco a dizer que isso provavelmente teve muito a ver com o seu tipo no Eneagrama:

View story at Medium.com

Henrí Galvão

5 de março de 2019

Fagner é o cantor favorito de meu pai, e, assim, suas músicas fazem parte da minha vida desde a minha infância.

É claro que o meu caso não é único, já que estamos falando de um cantor cujo talento só se compara à sua ambição de atingir um público cada vez maior.

O que pode ser mais bem entendido se a gente parar pra analisar o seu provável tipo (e subtipo) no Eneagrama:

View story at Medium.com

Henrí Galvão

1 de março de 2019

Sei que é meio óbvio falar isso, mas no fim das contas acho que as coisas mais simples são mesmo as que levam mais tempo pra se entender.

E, pra quem se ocupa tanto de ideias e sentimentos quanto eu, às vezes é fácil esquecer que a melhor forma de entender é simplesmente fazer:

Letra:

Se esse desconforto, esse mal-estar
É o preço que eu tenho que pagar
Pra matar o que me sobra de ambição
Vamos terminar logo com isso então

Já desperdicei tempo demais
Com uma pilha de planos astrais
Quando era só questão de escolher
Qual inferno ia acomodar o meu prazer

Já duvidava que esse dia chegaria
Já tinha até me convencido
Que é assim que as coisas são
Vai ver que o meu erro
Foi parcelar o meu karma
Em dez vezes no cartão

Só o que eu sei
É que eu nunca sabia
Como se faz
Pra passar do pasodoble
Pro pas de deux

Foi um verdadeiro parto
Até chegar ao ponto
De trocar as mãos pelos pés
Mas não me faço de rogado
Ninguém nasce pronto
A não ser quem conta num só dedo
Os seus anéis

Henrí Galvão

26 de fevereiro de 2019

Moska é um cara que eu admiro e invejo pela grande capacidade que tem de fazer muitas coisas bem. (Não só como músico, por sinal.)

E acho que o seu provável tipo no Eneagrama ajuda muito a entender como ele conseguiu desenvolver essas habilidades.

Dá pra dizer que tem a ver não só com curiosidade, mas também com um tipo de abertura que só o amor possibilita.

View story at Medium.com

Henrí Galvão

20 de fevereiro de 2019

Escrever é uma ótima forma de uma pessoa reconsiderar o contrato que faz com a vida (na maioria das vezes, sem nem perceber).

Às vezes isso te estimula a levar as coisas mais a sério.

Outras, acontece justamente o contrário:

Letra:

É quase bom demais pra acreditar
Tão bom que chega a assustar
Nenhum sinal daquela sensação
De estar sempre pagando um pedágio a mais
Só pra começar a me divertir

Quem só foi me conhecer
De uns dias pra cá
Não se conforma
Com o que perdeu

Mas não se engane, meu amigo
Tudo o que fiz
Foi afinar o meu diapasão
Espera só até me ouvir
Desacatar o ruído do trovão

Henrí Galvão

19 de fevereiro de 2019

Provavelmente nenhuma outra banda teve uma influência tão grande na minha escolha pela música quanto o U2.

E uma parte considerável disso vem, obviamente, do Bono, e tudo (ou quase tudo) que ele expressa e defende.

O que certamente faz dele uma figura fascinante também sob a perspectiva do Eneagrama de personalidade:

View story at Medium.com

[ATUALIZAÇÃO:] Agradecimentos especiais ao pessoal do site Ultraviolet por ter publicado a tradução para o português desse texto.