Henrí Galvão

9 de abril de 2019

Não tenho um cantor de flamenco (ou cantaor, como se diz) favorito.

Mas, de todos eles, acho que El Agujetas foi o que melhor me mostrou toda a carga pesada que essa música é capaz de expressar.

E o Eneagrama, como sempre, enriqueceu muito a minha perspectiva sobre ele.

Principalmente pela capacidade que esse homem tinha de fazer do seu próprio sofrimento o sofrimento de qualquer um à sua volta:

View at Medium.com

Anúncios