Henrí Galvão

9 de janeiro de 2019

Tem muita coisa que a fala sabendo que é, no máximo, uma meia-verdade.

Mas a gente fala do mesmo jeito.

Talvez pra tentar fazer com que a metade verdadeira ocupe o lugar da outra.

Letra:

Se eu estou assim tão farto
De não sair de mim
O que mais posso fazer?
O que mais me falta ver?
Quis ir além da sujeição
À lei do Talião
Meu plano era singrar
Até sangrar
Mas nem sequer me atrevi
A passar da marca da cal
Que me divide por igual

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s