Pacto

Um dos maiores clichês na arte é aquela ideia de que pra se criar é preciso sofrer.

Sinceramente, na maioria das vezes acho que esse tipo de mentalidade acaba complicando as coisas além do necessário.

Mas o fato é que, como todo clichê, também este tem um fundo de verdade:

Letra:

Isso de trocar dor por entendimento
Nunca vai me deixar em paz
Cada passo à frente
É como se fossem dois passos pra trás
E até sonhar já é demais

Faço o que posso sem saber até que ponto
Posso escolher o que sentir
E assim vou martelando
Procurando um novo elixir
Que eu saiba ao menos repartir

Falta a coragem de brincar com fogo até o fim
E mesmo que o fundo do poço se esconda de mim
Como seguir o tal do caminho do meio
Se eu nunca sofro por inteiro?

Como se não bastassem as oportunidades
Que eu não soube aproveitar
É um tormento ver como ainda hoje me falta ar
Pra não me deixar dispersar

Vai ser preciso terminar por onde comecei
E ter que passar pelos mesmos erros outra vez
Pra admitir que nada do que eu fizer
Vai me dar um grama de fé?

Não quero a liberdade de ocupar o espaço
Que me ensinaram a ocupar
Quero abrir uma brecha
Onde nem a sorte ou o azar
Vão conseguir me perturbar
Anúncios